Trânsitos Astrológicos

Os transitos Astrológicos são a influência diária dos planetas, Sol e Lua, sobre o mapa Natal (mapa astral). Como já foi referido em outros artigos sobre o mapa astral, sabemos que este é uma “fotografia” do céu (cosmos), no momento do nascimento. No entanto, sabemos também que os planetas estão em constante rotação, deslocando-se pelo do Zodíaco. Os transitos Astrológicos simbolizam influências ou acontecimentos que são de aparente origem externa, no entanto espelham os nossos padrões internos.

Transitos Astrológicos, planetas lentos e planetas rápidos

Os transitos astrológicos, representam a relação angular entre os planetas em movimento, e os planetas representados no mapa no momento do nascimento (Transitos – aspetos astrologicos com planetas Natais). Uns planetas são mais lentos, e outros mais rápidos, que, ao se deslocarem, vão transitando pelas 12 casas e consequentemente pelos 4 elementos, e assim, ao formam ângulos (transitos astrológicos) com os planetas presentes no mapa representativos do momento do nascimento.

Os transitos Astrológicos tem mais importância para a astrologia moderna, do que tinha para os antigos astrólogos ocidentais. A astrologia praticada no passado não era centrada nas pessoas, e por esse motivo, algumas questões astrologicas que hoje são de grande importancia, anteriormente não tinham qualquer destaque.

Os ciclos dos planetas do sistema solar
são distintos para cada Astro….

 Planetas lentos

  • Júpiter –  Permanece 1 ano em cada signo – (Planeta Social)
  • Saturno – Permaneçe 2, 5 anos em cada signo – (Planeta Social)
  • Úrano – Permaneçe 7 anos em cada signo – (Planeta transpessoal)
  • Neptuno – Permanece 13 anos em cada signo – (Planeta transpessoal)
  • Plutão –  Variavel, já ficou 25 anos em caranguejo (Cancer), 20 anos em leão, 11 anos em Balança (Libra), e ficará 11 anos em Escorpião.  – (Planeta transpessoal)

Planetas Rápidos ou pessoais

  • Sol – Permanece mais ou anos 30 dias em cada signo
  • Lua – Permanece 2 dias em cada signo
  • Mercúrio – permanece 15 dias em cada signo
  • Vénus – permanece 24 dias em cada signo
  • Marte– permanece 40 dias em cada signo

Transitos Astrológicos, e outras técnicas preditivas

A astrologia tem uma série de técnicas preditivas baseadas unicamente no mapa do nascimento do indivíduo.

  • Os trânsitos astrológicos, são como um elo colectivo, uma linguagem simbólica captada por todas as pessoas, com relação ao mapa pessoal.
  • As progressões Astrológicas – ciclo pessoal de vida

A diferença básica entre os Trânsitos Astrológicos e as Progressões Astrológicas, é que os Trânsitos representam movimentos em tempo real, enquanto que nas Progressões o tempo é simbólico. Assim, os Trânsitos Astrológicos, apresentam o céu em movimento rápido enquanto nas Progressões o movimento é lento.

As Progressões Astrológicas, são consideradas, como subjectivas, enquanto que os trânsitos astrológicos são vistos como responsáveis pela expressão no mundo dos processos internos gerados pelas Progressões. No entanto, não é assim que as coisas acontecem.

Os trânsitos  são tidos como uma poderosa ferramenta que nos ajuda a entender o sentido da relacão da pessoa com o mundo exterior que a circunda. Os transitos Astrológicos mostram de que forma a pessoa reage ao mundo exterior no extrato colectivo, que se apresenta como uma representação fidedigna dela mesma. De acordo com o mapa natal e a conjuntura de transitos astrológicos correspondentes, poderemos vivenciar, umas vezes desafios que nos mostram o que temos em nós para harmonizar, resolver, libertar, e em outros momentos surgem facilidades, harmonias, conjunturas favoráveis para resolver questões pendentes.

Veja Também:

Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta