Plutão em Leão

Plutão Plutão em Leão Leão – Agosto de 1938 – Junho de 1957

Plutão em Leão marcou uma geração (1939 a 1956, e alguns em 1957 e 1958), que estava obcecada com a auto-expressão. Esta foi a geração que achava que nunca iria envelhecer. À medida que envelheciam, tornavam-se fanáticos sobre a tentativa de permanecer jovens, daí a proliferação de ginásios. Antes de 1960, surgiram especialistas de marketing faziam estimativas sobre o rendimento de cada pessoa.

° A Geração, com Plutão em Leão, que nasceu durante a segunda guerra mundial e pós guerra, demasiado ego centrada.
° Sobreviventes que tiveram de se “fazer a si” próprios do nada, sem qualquer referência para se guiarem.
° Lutadores de sobrevivência.
° Não tiveram nenhum modelo perfeito de autoridade.
° Nasceram já a confundir autoridade com poder.
° Tomo conta dos filhos por isso decido por eles.
° Geração que protegeu excessivamente os filhos.
° Período marcado pelo egoísmo, orgulho, megalomania e desejo de poder.
° Explosão da primeira bomba atómica.
° Sensíveis ao uso do poder e magnetismo pessoal.

Com Plutão em Leão as pessoas podem-se tornar fortes de personalidade e com enorme poder pessoal.

Veja Também:

Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta